Toda mulher tem sintomas de gravidez?

You are currently viewing Toda mulher tem sintomas de gravidez?

Cada gravidez é única e pode apresentar muitas diferenças de sintomas e sensações em uma mesma mulher. 

Mais do que identificar uma possível gestação, é interessante prestar atenção aos sinais para entender o que ocorre no organismo assim que a gravidez começa a se desenvolver.

Mas novamente, cada mulher pode sentir sintomas diferentes, e não há nada de errado com isso. O importante é sempre manter seu pré-natal em dia e sempre tirar todas as suas dúvidas com seu obstetra.

E para falar mais sobre os sintomas de gravidez, confira o artigo que preparamos abaixo!

Os sintomas de gravidez

Vamos lá, os mais conhecidos são: enjoo, falta ou excesso de apetite, atraso menstrual, mudanças no corpo, entre outros.

Inclusive, o atraso menstrual é o primeiro sinal percebido pela gestante. Uma vez fecundado o óvulo, ele não envelhece e a menstruação não é liberada. 

Portanto, logo nos primeiros dias de atraso, é comum que a mulher busque realizar o exame de farmácia.

Preste atenção nesse ponto. O ideal é aguardar, no mínimo, 10 dias de atraso menstrual. Um prazo inferior a esse pode indicar no exame um falso negativo. Afinal, os níveis do hormônio Beta HCG ainda não estão suficientes para detectar a gravidez.

Mudanças no corpo

A mulher também encontra alguns sinais em seu corpo. As mamas ficam maiores e mais sensíveis e as chances de escurecimento dos mamilos são bem altas.

Há também outros sinais que acontecem na gravidez, e inclusive, alguns são diferentes entre a primeira e a segunda gestação, tais como:

Movimentos do bebê na barriga

Na primeira gravidez, a gravidinha geralmente sente a criança mexer entre 20ª e a 24ª semanas de gestação.

Em contrapartida, na segunda vez, pode sentir o bebê mexer antes, por volta da 16ª/17ª semana (em alguns casos os movimentos são percebidos em momentos diferentes por causa da posição da placenta, quantidade de líquido amniótico, etc).

Enjoos na gravidez

As mulheres que tiveram muitos enjoos na primeira gestação, têm mais chances de passar novamente por isso na segunda. 

A vantagem, é que elas já sabem quais hábitos devem manter para evitar os enjoos.

Tamanho da barriga

Outra característica da segunda gravidez é que a barriga tende a aparecer mais rápido, pois, depois de já ter tido um filho, a musculatura do abdômen fica mais flácida e o volume uterino aparece antes.

Cansaço e dores

Passar pela gravidez já tendo que cuidar de um filho pode ser mais cansativo e gerar mais dores, principalmente lombares. 

Contrações

As contrações de treinamento, também conhecidas como contrações de Braxton-Hicks, ficam mais evidentes na segunda gestação e as mulheres conseguem perceber a diferença entre elas e as contrações do parto.

Tranquilidade no parto

Outra vantagem da segunda gestação é que as mulheres lidam melhor com a ansiedade ou mesmo com o medo que antecede o parto, o que inclusive ajuda no momento do bebê nascer.

Leia também::: Puerpério: o que pode e o que não pode fazer?

Sensações emocionais

As mudanças hormonais também bagunçam as emoções da mamãe. Aqui, os sintomas são bastante semelhantes àqueles da TPM. 

Vontade de chorar, instabilidade emocional, sono excessivo, rejeição a cheiros e desejo de comer alimentos que não fazem parte do dia a dia são situações muito comuns no primeiro trimestre.

Preste atenção. Cada sinal é apenas sugestivo indicador de uma gestação, ou seja, indica a possibilidade. 

Para confirmar as suspeitas, é preciso realizar o exame beta HCG. Esse exame não apenas vai apontar se existe uma gravidez em curso ou não, como também em que níveis estão concentrados.

Vale a pena repetir esse exame a cada 2 dias para saber as doses concentradas do hormônio beta HCG e saber se a gestação está fluindo de forma saudável. 

O ideal é que o valor da dose dobre a cada 48 horas. Portanto, esse exame vai muito além do positivo ou negativo.

Leia também: Enjoo na gravidez? Pode ser hiperêmese gravídica

Tenha sempre boas informações

O ideal é sempre também contar com boas informações. Para isso, pesquise por fontes confiáveis e, na dúvida, sempre converse com seu médico.

Dessa forma você não fica com nenhuma dúvida durante a gestação e saberá reconhecer facilmente os sintomas de gravidez.

E se deseja saber mais sobre gravidez, e tudo que acontece antes, durante e depois do parto, bem como é o desenvolvimento do bebê, se inscreva no nosso curso “Bebê Genial”. Basta clicar no botão abaixo!

Dra. Erica Mantelli

Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Especialização em sexualidade humana pela Universidade de SÃO Paulo / USP.