O que se sente na primeira semana de gravidez?

You are currently viewing O que se sente na primeira semana de gravidez?

Cada gravidez é única. E por isso, os sintomas na primeira semana de gravidez de uma pessoa, pode ser diferente para outra.

Além disso, os sintomas que uma mulher sente em uma gestação, podem ser totalmente diferentes na segunda, ou terceira. É por isso que dizemos que cada gestação é única, com suas particularidades.

Mas é claro que alguns sintomas possuem semelhantes e, na primeira semana de gravidez, é natural que a mulher queira saber mais sobre o que pode sentir. Foi por isso que preparamos o artigo abaixo e que compartilhamos com vocês!

É normal não sentir qualquer alteração na primeira semana de gravidez?

É claro! O bebê pode estar se desenvolvendo de forma adequada sem a grávida apresentar nenhum sintoma. 

Isso porque as mudanças hormonais provocam reações diferentes em cada organismo. Além do mais, os enjoos da gravidez, uma das reações mais comuns entre as gestantes, têm início por volta da 6ª semana e cessam até o fim do primeiro trimestre, na maioria dos casos. 

Então, ainda é cedo para dizer que você não sentirá náuseas. Fique tranquila, pois não há evidências científicas de que a ausência de sintomas coloque o feto em maior risco de aborto espontâneo ou parto prematuro.

Atraso menstrual

Esse é o primeiro sinal percebido pela gestante. Uma vez fecundado o óvulo, ele não envelhece e a menstruação não é liberada. Portanto, logo nos primeiros dias de atraso, é comum que a mulher busque realizar o exame de farmácia.

Preste atenção nesse ponto. O ideal é aguardar, no mínimo, 10 dias de atraso menstrual. Um prazo inferior a esse pode indicar no exame um falso positivo. 

Afinal, os níveis do hormônio Beta HCG ainda não estão suficientes para detectar a gravidez.

Mudanças no corpo

A mulher também encontra alguns sinais em seu corpo. As mamas ficam maiores e mais sensíveis e as chances de escurecimento dos mamilos são bem altas.

Isso ocorre devido ao aumento da irrigação de sangue na região dos seios.

Também é comum sentir secura e inchaço nos olhos, com alguma sensibilidade à luz. Não é raro que o grau dos óculos aumente e tenha dificuldade em utilizar lentes de contato.

As mudanças hormonais também podem trazer sangramento das gengivas. Outro sinal bem sugestivo dessas alterações é o aumento da frequência da vontade de urinar.

Leia também::: Coma mais vegetais para evitar a depressão pós-parto!

Sensações emocionais

As mudanças hormonais também bagunçam as emoções da mamãe. Aqui, os sintomas são bastante semelhantes àqueles da TPM. 

Vontade de chorar, instabilidade emocional, sono excessivo, rejeição a cheiros e desejo de comer alimentos que não fazem parte do dia a dia são situações muito comuns no primeiro trimestre.

Preste atenção. Cada sinal é apenas sugestivo indicador de uma gestação, ou seja, indica a possibilidade. Para confirmar as suspeitas, é preciso realizar o exame beta HCG. 

Esse exame não apenas vai apontar se existe uma gravidez em curso ou não, como também em que níveis estão concentrados.

Movimentos do bebê

Além disso, na primeira gestação, a gravidinha geralmente sente a criança mexer entre 20ª e a 24ª semanas de gestação. 

Na segunda vez, pode sentir o bebê mexer antes, por volta da 16ª/17ª semana (em alguns casos os movimentos são percebidos em momentos diferentes por causa da posição da placenta, quantidade de líquido amniótico, etc).

Por sua vez, as mulheres que tiveram muitos enjoos na primeira gestação, têm mais chances de passar novamente por isso na segunda. A vantagem, é que elas já sabem quais hábitos devem manter para evitar os enjoos.

Crescimento da barriga

Outra característica é o crescimento da barriga, que é mais rápido na segunda gestação se comparada à primeira. 

Isso acontece porque a musculatura do abdômen fica mais flácida e o volume uterino aparece antes.

Leia também::: A importância do Ômega-3 na gestação

Informação é fundamental!

Como viu, as mudanças no corpo da mulher acontecem já a partir da concepção, mas é normal que a mulher não sinta grandes mudanças na primeira semana de gravidez.

Com o passar dos dias, mais e mais sintomas vão surgindo, e até chegar o momento em que a mulher sentirá o bebê se mexendo em sua barriga, ao descrito como uma sensação única!

E para saber mais sobre o que acontece com a mulher na primeira semana de gravidez, bem como tudo que acontece antes, durante e depois da gestação, clique no botão abaixo e confira nosso curso “Bebê Genial”.

Dra. Erica Mantelli

Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Especialização em sexualidade humana pela Universidade de SÃO Paulo / USP.