Primeira consulta com o ginecologista: quando é o melhor momento?

You are currently viewing Primeira consulta com o ginecologista: quando é o melhor momento?

Quando será a hora da primeira consulta com o ginecologista?

Essa dúvida traz insegurança a muitos pais. Ao mesmo tempo em que desejam fazer o melhor por suas filhas, zelar pela saúde, também sentem reservas em relação ao assunto.

Há quem acredite que a melhor hora seja na primeira menstruação, porém, como as meninas menstruam cada vez mais cedo, há algum receio em introduzir assuntos relacionados à sexualidade.

Outros, também, pensam que a menina precisa iniciar a vida sexual. Há quem pense ser necessário surgir algum problema para encaminhá-la a um médico ginecologista.

Mas, será que existe regra?

Hoje, vou falar sobre a primeira ida ao ginecologista.

A função do ginecologista

O médico ginecologista é especializado na saúde da mulher. Mas, não significa que ele vai avaliar somente esse aspecto. 

É preciso realizar uma avaliação completa da paciente para compreender o seu estado de saúde. Afinal, um sintoma ginecológico pode estar completamente relacionado a alguma causa emocional.

É muito comum, após uma consulta, descobrir que alguma disfunção sexual está ligada a outros aspectos da vida dessa mulher. E isso em qualquer idade!

Mas, é claro: isso só é possível quando temos tempo de qualidade com a paciente.

Sem conhecer a pessoa que está sentada em nossa frente, infelizmente, não é possível fazer um diagnóstico dessa amplitude.

A primeira ida ao ginecologista não deveria idealmente ocorrer apenas ao iniciar a vida sexual, afinal, ela deve ter esse marco quando já está preparada e para isso não tem idade.

Muito menos recomendo que aguarde algum sintoma, incômodo ou problema de saúde aparecer.

O objetivo das consultas de rotina deve ser, justamente, a prevenção de doenças. Ao orientar essa paciente sobre a própria saúde, é possível evitar que passe por tais problemas. Também viabiliza o diagnóstico precoce caso alguma condição já esteja em curso.

Será que levar ao ginecologista muito cedo acelera algo?

A resposta é: não!

Falar sobre saúde sexual não vai fazer que a menina inicie a sua vida sexual cedo.

Muito pelo contrário: quanto mais se sentir acolhida e for informada sobre o funcionamento do seu corpo, menores as chances de uma gestação na adolescência, de contrair as IST’s e também de passar por algum abuso por mero desconhecimento.

Como médica ginecologista, já atendi meninas na primeira menstruação, por volta de 10 a 12 anos, que ainda são verdadeiras crianças. Também atendi outras que já eram mais maduras.

Para cada perfil, adaptamos a consulta e conduzimos o tratamento de acordo com o que for melhor para a paciente. Independente do caso, seu universo particular deve ser respeitado e toda consulta visa a sua orientação.

O que perguntar na primeira consulta ao ginecologista?

A primeira menstruação chega acompanhada de uma série de mudanças no corpo feminino. As mamas crescem, os pelos se espalham, entre outras alterações.

E todas essas mudanças trazem dúvidas para as meninas.

Por isso, precisam sentir-se confortáveis para perguntar sobre qualquer assunto. Nenhuma pergunta será considerada menos importante.

A paciente precisa entender as mudanças que o corpo passa e como a sua mente vai acompanhar isso tudo.

Ela precisa, também, aprender que é importante começar a zelar pela sua saúde.

Orientações sobre qualidade do sono, atividade física, cuidados com a alimentação e hábitos que vão preservar a vida saudável.

Uma menina bem orientada, certamente, será uma mulher empoderada. Quanto mais cedo ela conhecer o próprio corpo e saber que suas vontades merecem ser respeitadas, melhor o seu desenvolvimento.

Fico muito feliz em atender essas pacientes tão jovens, em sua primeira consulta ao ginecologista. É uma honra contar com a confiança dessas mamães no cuidado desde a adolescência!

Espero que este conteúdo ajude a entender que a primeira consulta ao ginecologista não é motivo para receio. Mas, sim, algo positivo para a menina que está se tornando mulher.

Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

E-boook candidíase de repetição

Muitas mulheres tem dúvidas relacionadas à candidíase de repetição.

Se este é o seu caso, baixe agora o seu livro digital 100% gratuito:

Dra. Erica Mantelli

Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Especialização em sexualidade humana pela Universidade de SÃO Paulo / USP.