A pressão arterial baixa na gravidez é perigosa?

You are currently viewing A pressão arterial baixa na gravidez é perigosa?

Muitas mulheres apresentam pressão arterial baixa na gravidez. Isso geralmente não é um problema, não requer medicação e começará a retornar ao seu nível anterior durante o terceiro trimestre. 

A pressão arterial baixa na gravidez acontece porque seu corpo secreta hormônios e progesterona em maior quantidade, que ajudam a relaxar as paredes dos vasos sanguíneos e aumentam o fluxo de sangue para você e seu bebê.

Eventualmente, a pressão arterial baixa pode ser indicativa de algum outro problema. Pode ser o resultado de uma gravidez ectópica, na qual um óvulo fertilizado se implanta fora do útero. 

Além disso, se estiver muito baixo, pode causar quedas ou choque, em que seu cérebro e outros órgãos vitais não recebem sangue suficiente para funcionar adequadamente.

Quais os sintomas?

A pressão arterial baixa tem uma variedade de sintomas. Mas se você tiver algum destes, deve mencioná-los ao seu médico.

  • Tontura
  • Náusea
  • Fraqueza
  • Fadiga e sonolência
  • Desmaio
  • Batimento cardíaco acelerado
  • Confusão e incapacidade de concentração
  • Visão embaçada
  • Pele pálida 

Leia também::: O que significa ter uma gravidez de alto risco?

A pressão arterial baixa pode prejudicar seu bebê?

Sabemos muito menos sobre os efeitos da pressão arterial baixa em bebês do que os efeitos da pressão alta. 

Algumas pesquisas sugerem que pode levar a natimortos e baixo peso ao nascer, mas essa correlação é difícil de estabelecer porque existem muitas outras variáveis ​​e fatores de risco envolvidos durante a gravidez. 

Na grande maioria dos casos, a pressão arterial baixa neste momento não é motivo de preocupação, mas é sempre fundamental que seja examinada pelo seu médico obstetra durante o pré-natal.

O que fazer se você sofre com a pressão arterial baixa na gravidez?

Embora a medicação normalmente não seja necessária quando isso acontece, existem algumas mudanças simples que você pode fazer que podem reduzir a probabilidade de isso acontecer.

Vá com calma

Tente desacelerar, evite fazer movimentos bruscos e não se levante muito rápido. Todavia, se você se sentir fraca ou tonta, deite-se do lado esquerdo, o que pode ajudar a aumentar o fluxo sanguíneo para o coração.

Bebe muita água

Além de prevenir a desidratação, isso aumenta o volume sanguíneo e, portanto, a pressão arterial.

Coma uma dieta saudável

Uma dieta saudável é fundamental para nutrir seu corpo — e do bebê em desenvolvimento — de forma plena. Mas caso sinta algum dos sintomas da baixa pressão, coma um biscoitinho de água e sal. Isso ajudará a reter líquido no seu corpo e aumentar sua pressão. Assim, nunca exagere no sódio!

Leia também::: É normal engordar na gestação?

Converse sempre com seu médico

Se você tem pressão arterial baixa na gravidez, é sempre uma boa ideia conversar com seu médico nas suas consultas de pré-natal. 

Afinal, ele poderá tirar todas as dúvidas e preocupações que você possa ter em relação à concepção e à gravidez. 

Por fim, esperamos que tenham compreendido como a pressão arterial baixa na gravidez afeta seu corpo. Aliás, para saber mais sobre tudo o que acontece antes, durante e depois de uma gestação, conheça também nosso curso “Bebê Genial” clicando no botão abaixo!

Dra. Erica Mantelli

Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Especialização em sexualidade humana pela Universidade de SÃO Paulo / USP.