A grávida pode praticar exercícios físicos?

You are currently viewing A grávida pode praticar exercícios físicos?

Os exercícios físicos na gravidez são uma grande dúvida. Será que pode ou não pode? Se pode, qual a intensidade?

Afinal, é preciso estar super atento à saúde da gravidinha, evitando que algo possa colocar em risco sua gestação.

Foi por isso que preparamos o artigo abaixo, falando mais sobre exercícios na gravidez e tirando essa grande dúvida. Siga a leitura e tire a sua também!

E aí? Pode ou não pode?

Pode, mas com cuidado! O ideal é que a mulher realize atividades físicas sempre com a supervisão de um profissional com experiência com gestantes.

Além disso, é comum que ela sinta desconforto nos primeiros meses de gestação, fruto das mudanças que acontecem no seu corpo. E isso fará com que a atividade física seja evitada.

Afinal, a falta de ar, sonolência e náusea são comuns no primeiro trimestre. A causa é principalmente o pico dos hormônios da gestação, o hCG e a progesterona. 

A tendência é que, após a 12ª semana, os sintomas melhorem, uma vez que tais hormônios vão declinar de seu pico e atingir um platô, onde permanecerão de forma estável até o fim da gestação.

Leia também::: O que tudo muda no corpo da mulher na gravidez?

O que pode fazer?

Vale lembrar que a prática de exercícios físicos na gravidez ajudam o corpo da mulher a ter melhor tônus muscular, ao mesmo tempo que ajudam a reduzir as dores nas costas, a prisão de ventre, a fadiga e o inchaço.

Além disso, ao realizar atividades físicas, a gestante está contribuindo para que seu corpo suporte melhor os quilos extras que chegam com o bebê.

Ao mesmo tempo, está se preparando para o esforço necessário na hora do parto e também contribuindo que seu corpo retorne à forma mais facilmente depois da gravidez.

Os exercícios mais indicados para as gestantes são os praticados na água, como natação ou hidroginástica, por serem de baixo impacto, e os exercícios posturais, como a yoga, o RPG e o pilates.

E quando não é indicado?

Em alguns casos, os exercícios físicos na gravidez não são indicados. Por exemplo, mulheres que sofrem de problemas cardíacos, ou que correm risco de parto prematuro, devem evitar as atividades.

Também nos casos de gravidez múltipla, ou quando o bebê está com crescimento inadequado, também não devem realizar qualquer atividade desportiva.

E como mencionamos anteriormente, mesmo as gestantes sem qualquer contraindicação devem ter o acompanhamento de um educador físico, preferencialmente que tenha experiência com gestantes.

Isso garantirá que os exercícios praticados pela mulher estão de acordo com aquilo que ela pode e não pode, e que não colocará em risco o desenvolvimento da sua gestação.

Leia também::: O que se sente na primeira semana de gravidez?

Cuide de você!

Esperamos por fim que tenham compreendido mais o tema sobre exercícios físicos na gravidez. Como vimos, eles proporcionam inúmeros benefícios à mulher, mas devem ser feitos com cautela.

O ideal é também sempre conversar com seu obstetra, que avaliará sua condição e determinará se você pode ou não praticar atividades.

Por fim, para aprofundar ainda mais o tema sobre exercícios físicos na gravidez, temos um vídeo completo em nosso canal do Youtube sobre o tema, e que compartilhamos abaixo! Dê o play e confira!

Dra. Erica Mantelli

Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Especialização em sexualidade humana pela Universidade de SÃO Paulo / USP.