O que significa ter uma gravidez de alto risco?

You are currently viewing O que significa ter uma gravidez de alto risco?

Uma gravidez de alto risco significa que uma mulher tem uma ou mais coisas que aumentam suas chances — ou de seu bebê — de problemas de saúde ou parto prematuro.

Para se ter uma ideia, anualmente, quase 30 milhões de bebês em todo o mundo nascem antes do tempo, com baixo peso ou adoecem e precisam de cuidados especiais, muitas vezes intensivos.

O dado faz parte do relatório “Survive and Thrive: Transforming Care for Every Small and Sick Newborn” (Sobreviva e prospere: Transformando o cuidado para todos os recém-nascidos pequenos e doentes, em tradução livre), lançado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Ou seja, a gravidez de alto risco merece toda a atenção e no artigo abaixo detalhamos o que caracteriza essa condição Confira!

Quais são os fatores para uma gravidez de alto risco?

Às vezes, uma gravidez de alto risco é o resultado de uma condição médica presente antes da gravidez. 

Em outros casos, uma condição médica que se desenvolve durante a gravidez para você ou seu bebê faz com que a gravidez se torne de alto risco. Fatores específicos que podem contribuir para uma gravidez de alto risco incluem:

Idade materna avançada

Os riscos de gravidez são maiores para mães com mais de 35 anos.

Escolhas de estilo de vida

Fumar cigarros, beber álcool e usar drogas ilegais pode colocar uma gravidez em risco.

Leia também::: Como são as contrações?

Problemas de saúde materna

Hipertensão arterial (pressão alta), obesidade, diabetes, epilepsia, doenças da tireoide, distúrbios cardíacos ou sanguíneos, asma mal controlada e infecções podem aumentar os riscos de gravidez.

Complicações na gravidez

Várias complicações que se desenvolvem durante a gravidez podem representar riscos. Por exemplo, uma posição incomum da placenta, crescimento fetal inferior ao percentil 10 para a idade gestacional (restrição de crescimento fetal) e sensibilização rhesus (Rh) – uma condição potencialmente grave que pode ocorrer quando seu grupo sanguíneo é Rh negativo e o grupo sanguíneo do bebê é Rh positivo.

Gravidez múltipla

Os riscos de gravidez são maiores para mulheres que carregam mais de um feto.

Histórico de gravidez

Por exemplo, uma história de distúrbios hipertensivos relacionados à gravidez, como pré-eclâmpsia, aumenta o risco de ter esse diagnóstico durante a próxima gravidez. Além disso, se você deu à luz prematuramente em sua última gravidez ou teve vários partos prematuros, corre um risco maior de parto prematuro na próxima gravidez. 

Leia também::: É normal engordar na gestação?

Meu pré-natal será diferente com um alto risco?

De um modo geral, uma gravidez de alto risco provavelmente exigirá consultas pré- natais mais frequentes e monitoramento mais próximo.

Mas o cuidado exato que você receberá depende de sua condição e circunstâncias particulares. É por isso que é fundamental fazer o pré-natal e, melhor ainda, fazer o preparo gestacional, que é a preparação do corpo para conceber uma gestação.

É natural que uma gravidez de alto risco cause ansiedade sobre a saúde e o bem-estar do bebê. Um bom pré-natal torna possível ainda ter um bebê saudável, mesmo que a gravidez seja de alto risco.

Mas o fato é que, mesmo uma gravidez de alto risco pode caminhar normalmente até o final, claro que sempre seguindo todas as orientações de seu médico. por isso reforçamos: mantenha em dia seus exames pré-natais!

Dessa forma, será possível ter um bebezinho lindo nos braços, mesmo nos casos de gravidez de alto risco! E para saber mais sobre como se preparar para a gravidez, conheça também nosso curso Bebê Genial, clicando no botão abaixo!

Dra. Erica Mantelli

Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Especialização em sexualidade humana pela Universidade de SÃO Paulo / USP.