Entenda o conceito de humanização

Entenda o conceito de humanização

Um tema cada vez mais em voga é a humanização do parto. E é bastante comum as pessoas ainda acharam que parto humanizado é apenas o parto normal. E não é.

Importante já deixar claro que nem todo parto normal é humanizado. Mas nossa luta é para que todo parto seja humanizado, seja ele normal ou cesária.

O conceito de humanização vai muito além do parto, ela deve ser de toda a assistência à saúde da mulher. Aliás, de todo mundo, já que quando você busca auxílio médico, você procura alguém que lhe enxergue como um todo.

Um profissional que olhe para sua saúde física e emocional. Alguém que antes de tudo lhe respeite como ser humano.

Humanização é respeito!

É comum as pessoas acharem que humanização do parto está apenas ligado ao parto normal. Mas não, humanização está ligado ao respeito.

O respeito ao próximo deve ser em tudo aquilo que você faz, e quando falamos em parto, ele deve ser ainda mais evidente. 

A humanização está na assistência prestada, seja no próprio parto, seja em uma cirurgia, seja na consulta médica.

E quando se fala em humanização do parto, é respeitar os limites da mulher, respeitar a mulher que está parindo e o bebê que está chegando.

Também não apenas do ponto de vista físico, mas também emocional. E realmente permitir o protagonismo da mulher no momento do parto.

Devemos também respeitar o bebê que está nascendo, que pode ter uma série de traumas oriundos do próprio parto. Essa transição da vida intra para extrauterina pode ser um dos momentos mais traumáticos na vida de qualquer pessoa.

E cabe ao profissional, por meio de técnicas de humanização do parto, aliviar esse trauma pelo qual o bebê passará.

Leia também::: Tipos de parto: será que toda hora surge um novo?

Cada parto é único

Um ponto que também batemos bastante é sobre a importância da busca pela orientação, pré, durante e pós-parto. E lembrar sempre que cada parto é único.

Não é porque o parto da sua mãe foi de uma forma, de sua amiga de outra forma, que o seu será igual. Ao contrário: SUA EXPERIÊNCIA SERÁ ÚNICA!

Ao longo dos nove meses de gestação, a mulher pode buscar o máximo de informações, tirar todas as suas dúvidas com seu obstetra, e usar todo esse tempo para preparo para o parto.

Entender como é um parto normal, entender como é uma cesariana. Saber onde e como você quer esse parto. É também buscar informações também sobre a equipe multidisciplinar de assistência pré-natal.

Ou seja, além do médico obstetra que é o profissional capacitado e que estará contigo ao longo dos nove meses e também no momento do parto. Mas também temos muitos outros profissionais que ajudam muito para que esse parto seja humanizado.

É uma equipe de enfermagem obstétrica, de doula, nutricionista, fisioterapia, um time completo para receber a mulher e lhe dar todo o amparo que ela precisa ao longo da gravidez e também no pós-parto.

Leia também::: 7 mitos do parto normal que toda mulher já ouviu

Alívio da dor

O parto é um momento que a mulher vai sentir dor. E cabe a mulher decidir se quer ou não o analgésico. E caso não queira, há outras formas de garantir um alívio da dor.

Pode ser uma banheira, uma massagem, a acupuntura. Isso é também fazer a humanização do parto.

Por outro lado, a mulher que quer o parto normal, mas quer a analgesia, é oferecer isso a ela. É ter um anestesista de apoio, para que seu parto também seja humanizado.

Há mulheres que também desejam uma cesariana agendada. Seja porque o marido viaja constantemente e assim ele poderá acompanhar o parto. E humanização do parto pode ser também fazer essa cesariana agendada.

Porém, esse momento deve ser tão importante, tão especial e com todo o cuidado, como se fosse um parto normal também.

Por isso gostamos de dizer que a humanização não depende da via de parto. Mas sim do respeito que é dado a essa mulher.

Respeito a vontade da mulher

Nossa luta é principalmente pelas falsas indicações de cesariana. Vimos muitos movimentos contra a violência obstétrica, de mulheres falando sobre seus partos e sobre a violência que sofreram.

E aí observamos quanta má qualidade de assistência muitas mulheres passaram desde o momento que buscaram o obstetra pela primeira vez.

Às vezes a má assistência não é só no  dia do parto, mas sim ao longo de todo o pré-natal. São consultas extremamente rápidas e que às vezes a mulher não tem tempo para tirar suas dúvidas.

Por isso busque sempre uma equipe que acolha sua ideia, que vai te dar todo o suporte que você precisará no dia do parto.

Humanização do parto

Portanto, humanização é o conceito geral que abrange não só o parto, mas a assistência total antes, durante e depois do parto. 

Os cuidados são inúmeros, mas todos tomados por respeito e carinho diante da singularidade de cada mulher.

Acreditamos nessa forma de cuidado, pois essa assistência humanizada é imprescindível para aquelas mamães que desejam um parto tranquilo, saudável e planejado. 

Humanizado do parto é só a ponta dessa imensa montanha linda que chamamos de humanização. Respeite, cuide e ame!

E caso queira saber mais sobre humanização do parto, e tudo o que ocorre antes, durante e após a gestação, confira nosso curso Bebê Genial. É só clicar no botão abaixo!

Dra. Erica Mantelli

Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro.