É normal sangrar depois de urinar na gestação?

You are currently viewing É normal sangrar depois de urinar na gestação?

Durante a gestação, diversas mudanças ocorrem no corpo da mulher. Mas alguns sinais podem ser um indicativo de que há algo de errado.

Por exemplo, já recebemos relatos de gravidinhas que diziam perceber sangue na região genital após urinarem. 

E por isso, resolvemos preparar este artigo para o blog falando sobre este tema, que pode ser motivo de dúvida também de outras mulheres durante a gravidez. Vamos conferir?

Afina, é normal sangrar na gravidez?

Na verdade, todo sangramento na gestação deve ser investigado. Pode não ser nada de mais, mas também pode ser uma ameaça de abortamento. 

É necessário procurar seu obstetra para análise e realização dos exames. Ele pode fazer um ultrassom para avaliar o embrião, entre outros.

Nas primeiras semanas, é normal acontecer um pequeno sangramento, que pode significar apenas a acomodação do saco gestacional, estrutura que, em um primeiro momento, irá abrigar o embrião. 

Já o sangramento decorrente do processo de aborto espontâneo acontece em um fluxo grande, com coágulos e vem acompanhado por fortes cólicas.

Leia também::: Varizes pélvicas: é normal ter na gravidez?

Fique atenta aos sinais

Um sangramento discreto na gravidez acontecer durante as primeiras semanas de gestação. 

Se esses sangramentos persistirem por alguns meses, pode ser um sinal de descolamento do saco gestacional. 

Neste caso, é necessário fazer um acompanhamento rigoroso, ficar em repouso ou até mesmo utilizar inibidores de contração uterina. 

O sangue normalmente sai aos poucos e tem uma coloração marrom escura. Em casos de aborto espontâneo, pode acontecer um fluxo mais intenso, apresentando coágulos. Isso tudo acompanhado de cólicas.

Outras causas para um sangramento anormal na gestação é a placenta baixa ou prévia. Isso se dá quando a placenta instala-se próximo ao colo do útero ou na frente dele. 

Por exemplo, essa situação requer acompanhamento de perto para evitar possíveis complicações na gravidez e no parto.

Na reta final da gestação, os casos de sangramento costumam preocupar por despertarem a suspeita de um descolamento de placenta, quadro grave que pode levar à hemorragia e interromper o fluxo de nutrientes e o oxigênio do bebê. 

Mas em alguns casos, é necessário realizar uma cesárea de emergência. Também no terceiro trimestre é possível ocorrer um tipo de sangramento causado pela perda do tampão, proteção natural que existe na entrada do colo do útero. 

Isso pode indicar que o parto está próximo. Entretanto, se confirmada essa hipótese, não é necessário correr para o hospital porque o nascimento do bebê ainda pode demorar alguns dias.

Mas comunique seu médico obstetra para que avalie de maneira adequada seu caso.

Leia também::: A importância de conversar com o bebê antes do parto

Cuide da sua saúde na gestação

Ao longo da gestação é sempre normal ter dúvidas sobre o que acontece com o corpo da mulher. Afinal são tantas mudanças — físicas e emocionais —, sem contar os hormônios correndo pelo seu corpo.

É por isso tão importante o acompanhamento pré-natal. Ele é necessário para que a saúde da mamãe e do bebê tenham acompanhamento de um especialista, e que o desenvolvimento do bebê aconteça sempre da melhor forma possível.

Além disso, ter fontes confiáveis de informação é sempre importante. E foi por isso que criamos o curso “Bebê Genial”, onde explicamos tudo que ocorre antes, durante e depois da gestação que afeta diretamente na formação física, psíquica e comportamental do bebê.

Para fazer sua inscrição e aproveitar este curso maravilhoso, é só clicar no botão que está abaixo!

Dra. Erica Mantelli

Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Especialização em sexualidade humana pela Universidade de SÃO Paulo / USP.