Após a menopausa preciso cuidar da saúde ginecológica?

You are currently viewing Após a menopausa preciso cuidar da saúde ginecológica?

A menopausa é uma etapa inevitável na vida de toda mulher, e que traz consigo muitas mudanças físicas e alterações de humor. 

Este é um período em que se chega ao fim do ciclo reprodutivo, cheio de falsos mitos e preconceitos que levam a informações imprecisas em muitos casos.

E um desses mitos é em relação à saúde ginecológica, com algumas pessoas achando que nesta fase da vida da mulher os cuidados podem ser relaxados. 

Por isso, entre os cuidados constantes que devemos ter estão uma alimentação equilibrada, exercícios constantes e check-ups regulares para garantir que estamos saudáveis. 

Afinal, a medicina preventiva é o método conhecido mais eficaz para evitar ou combater diferentes doenças a tempo. 

Mas uma dúvida muito comum é em relação à saúde ginecológica da mulher que já entrou na menopausa. Será que ela precisa seguir com todos os cuidados? Será que são necessários exames extras?

No artigo abaixo falamos mais sobre a menopausa e a saúde ginecológica. Vamos conferir??

Cuidados com a saúde ginecológica

O exame anual para mulheres entre 40 e 45 anos é muito importante para diagnosticar e cuidar do climatério.

Afinal, nessa fase é a transição na vida da mulher em que ela passa da fase reprodutiva para a fase não reprodutiva, e começa aproximadamente 5 anos antes da menopausa com duração entre 10 e 15 anos. 

Além disso, também é importante realizar exames para prevenir doenças mais comuns nessa idade como glaucoma, câncer de mama e órgãos do trato gastrointestinal.

Os exames que devem ser somados aos anteriores nesta idade e sua frequência são: 

  • uma mamografia e análise de parâmetros sanguíneos anualmente
  • densitometria óssea a cada três anos, para diagnosticar a densidade óssea e identificar a osteoporose em estágio inicial e iniciar seu tratamento na hora 
  • ultra-som transvaginal a cada dois anos, para analisar as trompas e ovários e verificar se não há tumores ou cistos

Mas a partir dos 50 anos, uma ultrassonografia pélvica também deve ser feita anualmente para rastrear o câncer de ovário.

Leia também::: Câncer de mama: prevenção envolve vários fatores!

Visite seu ginecologista

Se você quiser evitar os problemas causados ​​pela menopausa, o melhor é fazer um check-up ginecológico regular, como fazia ao longo de sua vida reprodutiva. 

Dessa forma, o ginecologista será quem poderá avaliar sua situação particular e prescreverá os tratamentos ou mudanças no estilo de vida que você realmente precisa.

Evite sempre a automedicação, principalmente quando se trata de medicamentos farmacológicos. A menos que seu ginecologista os prescreva, não tome suplementos hormonais por conta própria.

Assim, é possível viver a menopausa com mais saúde e disposição! E inclusive sua saúde sexual é uma excelente indicação, como explicamos no vídeo abaixo e que publicamos em nosso canal do Youtube!

Dra. Erica Mantelli

Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Especialização em sexualidade humana pela Universidade de SÃO Paulo / USP.