Endometriose: o que é e quais os principais sintomas

Endometriose: o que é e quais os principais sintomas

A endometriose é uma doença que gera diversos incômodos à mulher, além de influenciar negativamente na fertilidade. Apesar de ser inflamatória, é comum que seja silenciosa e descoberta apenas quando já está em um estágio mais avançado.

A endometriose é um problema que merece toda a atenção de profissionais da saúde e também das mulheres, que merecem o tratamento adequado a cada caso.

As dores causadas pela endometriose podem ser incapacitantes. Nas próximas linhas, explico por quais razões a endometriose provoca tantos desconfortos, qual a sua raiz e como evitá-la.

De onde vem a endometriose?

A palavra endometriose está relacionada ao endométrio, camada que reveste a parte interna do útero como se fosse um tapete.

Quando esse tecido acumula-se em outras partes do corpo que não são o útero, consideramos esse problema a endometriose.

Todos os meses, o útero prepara-se para receber um embrião, ou seja, um óvulo fertilizado que vai originar um bebê. Quando esse ciclo não é completado, o endométrio descama e sai em forma de menstruação.

No entanto, quando uma parte do sangue menstrual que deveria descer pelo colo do útero reflui pelas tubas uterinas, pode acontecer o acúmulo do endométrio fora do útero.

Assim, esse tecido pode crescer fora das tubas, nos ovários, na bexiga, no intestino e em outros órgãos, ocasionando na endometriose.

Quando esse acúmulo ocorre nos ovários, por exemplo, é possível que forme-se um cisto de endometriose, transformando-se em um tumor benigno chamado endometrioma.

Um dos locais mais frequentes de endometriose são os ligamentos de fixação do útero, que ficam no canal que desce para a vagina.

Aí, inclui o primeiro sintoma: a dor na relação sexual. Quando o pênis toca o colo do útero, costuma causar dores para a mulher. Essas dores também se repetem ao longo da menstruação, afinal, as contrações para expulsar o sangue costumam gerar muitas dores.

Sintomas da endometriose e infertilidade

No geral, existem três sinais mais comuns que, principalmente quando aparecem juntos, podem ser fortes indícios da endometriose:

  • Dor na relação sexual;
  • Dificuldade para engravidar;
  • Fortes dores menstruais.

Por se tratar de uma doença inflamatória, pode dificultar o sonho de muitos casais engravidarem. Seu tratamento é essencial para o sucesso dos tratamentos de fertilização, afinal, a endometriose costuma estar relacionada aos casos de abortamento de repetição.

Quando um casal faz a fertilização mas não trata a endometriose, pode estar desperdiçando todo o esforço do tratamento. Afinal, não é apenas a fertilidade que é prejudicada, mas sim a capacidade de manter em curso a gestação.

Causas da endometriose

Embora com essa explicação fique claro que está relacionada à menstruação, essa não é a principal ou sequer a mais importante causa da endometriose.

Existe uma importante carga genética que pode definir o fator de risco da endometriose.

No entanto, são os hábitos de vida que definem se a mulher vai manifestar os sintomas ou não. Má alimentação, sono sem qualidade e outros maus hábitos tendem a proliferar ainda mais a endometriose.

A menstruação age apenas como um fator para agravar o problema quando encontra as condições ideais para isso.

Dr. Domingos Mantelli

Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro (UNISA) no ano de 2002. Possui Especialização / Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro (UNISA), concluída em 2004