Procedimentos estéticos na gestação: quais são permitidos ou proibidos?

Os procedimentos estéticos são uma parte da vida da mulher. Tratamentos de pele e cabelo, principalmente, são realizados com certa regularidade por elas.

Após receber o positivo no exame de gravidez, muitas mulheres sentem dúvidas sobre os procedimentos que podem ser mantidos ou não. O mesmo vale para alguns cosméticos que podem prejudicar o bebê.

Sabemos que todas as escolhas da gestante deixam marcas no bebê. Por isso, é tão importante ter cuidados com os produtos de beleza. Em especial porque, infelizmente, muitos são ricos em parabenos e outros aditivos químicos.

Continue até o final para saber quais procedimentos estéticos na gestação são permitidos ou proibidos.

Escolhendo os procedimentos

É interessante que a mulher que deseja engravidar leve ao seu obstetra uma lista de cosméticos e procedimentos que tenha o hábito de utilizar. Isso porque, ao descobrir a gestação, normalmente já está em curso há pelo menos 4 semanas.

Esse é o principal período para a formação do bebê.

Todas as vezes que uma paciente pergunta sobre continuar realizando um procedimento ou usando cosméticos, levanto três questionamentos:

  1. Eu preciso disso?
  2. Isso pode fazer mal para o meu bebê?
  3. Pode esperar?

A primeira pergunta é muito mais relacionada à mãe. Já a segunda é bem importante para a saúde do bebê, afinal, muitos cosméticos já são proibidos para gestantes, enquanto outros são indicados com parcimônia.

O que não pode

Alguns cremes contam com elementos como parabenos, chumbo, ftalatos, ureia e ácidos em sua composição. Esses cremes, e alguns peelings químicos, são contra-indicados para a gestação. Essas substâncias aumentam os riscos de má-formação, aborto e até câncer para o bebê na sua vida futura.

Nessa lista de procedimentos contra-indicados podemos incluir as tinturas e o alisamento.

Na dúvida, leve a sua lista de cosméticos e procedimentos que costuma realizar para  avaliação do seu médico.

Leia também: Mitos e verdades sobre sexo na gestação

O que é liberado

Apesar de algumas proibições, não significa que a mulher não deve cuidar da sua beleza durante a gestação. Vale a pena procurar um dermatologista que tenha habilidade com a gestação.

Os peelings mecânicos podem ser realizados, em substituição aos peelings químicos. A gestante também pode passar por sessões de drenagem linfática, o que inclusive proporciona alívio aos desconfortos da gestação. A massagem relaxante também pode trazer benefícios nessa fase.

Usar cremes, hidratantes diurno e noturno e filtro solar estão liberados. Toda gestante precisa abusar do filtro solar a fim de evitar as manchas da gestação, os famosos melasmas.

Na hora de usar maquiagem, dê preferência aos produtos hipoalergênicos. Como a pele da mulher sofre alterações, alguns produtos que não davam alergia podem ocasionar nesse tipo de reação adversa. É bom prestar atenção às datas de validade dos produtos.

Na manicure, leve sempre seu kit esterilizado. Pode, sim, tirar a cutícula e esmaltar as unhas, desde que seja feito com higiene e segurança.

Eu espero que este artigo esclareça sobre quais procedimentos estéticos na gestação podem ou não ser realizados.

Até a próxima!

Dra. Erica Mantelli

Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro.