Cisto no ovário causa infertilidade? Saiba a verdade

Você já ouviu que cisto no ovário causa infertilidade?

Esse problema atinge cerca de 25% das mulheres em sua fase reprodutiva. Quando recebem esse diagnóstico, é comum que fiquem apreensivas pois pensam ser o fim do sonho de engravidar!

No entanto, isso não é verdade na maioria dos casos. Muito raramente o cisto no ovário causa infertilidade. Como sei que o assunto é pouco esclarecido e gera muitas dúvidas, preparei este artigo especialmente para explicar o que é o cisto no ovário.

Continue até o final do texto para entender quando é que o cisto no ovário causa infertilidade.

Origens do cisto no ovário

O cisto no ovário é como uma pequena bolsa preenchida por um líquido formada sobre ou dentro dos ovários. Esses cistos costumam ser funcionais, exercendo suas funções no processo de ovulação.

Todos os meses, o ovário produz um óvulo durante o ciclo menstrual que é depositado em um folículo. Dentro dele, é produzido hormônio chamado de estrogênio. Com a liberação desse hormônio, a ovulação é estimulada.

Todo esse processo é fundamental para que o útero seja comunicado de que o óvulo está disponível para ovulação. No entanto, se não ocorre a ovulação ou o folículo não consegue liberar o óvulo, o líquido fica dentro dessa bolsa, aumentando o cisto.

Conforme a variação do  seu ciclo, essas bolsas podem aumentar e diminuir. Normalmente, a mulher não percebe, pois a maior parte desses cistos não doem.

Apenas em alguns casos a mulher pode sentir dores no baixo ventre ou do lado do ovário onde o cisto está. Também pode ocasionar em irregularidade menstrual.

Porém, os cistos que mais exigem atenção são os endometriais, decorrentes da endometriose. Esses, quando não são tratados, podem afetar a fertilidade. Isso porque são resultado de um processo em que a mucosa responsável por revestir a parede do útero cresce em outras regiões do corpo.

Leia também: Qual o melhor tratamento para a síndrome dos ovários policísticos?

Tratamento para o cisto no ovário

Como boa parte dos cistos são funcionais, costumam desaparecer sozinhos. Em alguns casos, o médico pode solicitar um acompanhamento para ficar de olho na evolução e, a partir daí, avaliar a necessidade de tratar com medicamentos ou até retirar o ovário.

A retirada é rara. No entanto, mesmo que seja necessário, ainda haverá um segundo ovário para liberar óvulos. Assim, não é preciso se preocupar com a questão da fertilidade. A mulher pode continuar gerando filhos.

Relate ao seu médico cada sintoma que você sente e esclareça suas dúvidas. É ele quem vai avaliar o seu caso, se você tiver cisto no ovário, e indicar o melhor tratamento.

Eu espero ter esclarecido o assunto sobre que o cisto de ovário causa infertilidade.

Até a próxima!

Dr. Domingos Mantelli

Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro (UNISA) no ano de 2002. Possui Especialização / Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro (UNISA), concluída em 2004
Fechar Menu