Entenda o que é gravidez ectópica e quais os sinais

Você já ouviu falar, mas não sabe o que é gravidez ectópica? Então, continue neste artigo para entender exatamente do que se trata.

A gestação inicia quando o óvulo é fertilizado. Este óvulo costuma estar colado junto à parede uterina. No entanto, pode acontecer desse óvulo estar fora do útero. Assim, quando é fertilizado, ocasiona em gravidez ectópica.

Portanto, o problema consiste na gestação que inicia fora do útero. Geralmente, acontece nas tubas uterinas, e damos o nome de gravidez tubária. Em casos menos numerosos, pode se instalar nos cornos uterinos, na cérvix e na cavidade abdominal ou pélvica.

Infelizmente, uma gravidez concebida fora do útero não pode prosseguir normalmente. Em seu crescimento, o feto não encontra a estrutura do útero que possui tudo que é necessário para o desenvolvimento.

Além disso, caso não seja tratada, pode prejudicar a estrutura materna e a mulher corre o risco de sofrer hemorragias.

Causas da gravidez ectópica

Qualquer mulher pode desenvolver uma gravidez fora do útero. No entanto, sabemos que são danos causados às trompas que podem levar a este episódio. São fatores de risco para a gravidez ectópica:

  • Tabagismo;
  • Doenças inflamatórias na pelve (gonorréia, clamídia);
  • Inflamação nas trompas decorrentes de procedimento cirúrgico anterior;
  • Gravidez ectópica anterior;
  • Fatores hormonais e genéticos;
  • Condições médicas que alteram a estrutura das trompas.

Leia também: Ômega 3 diminui as chances de um parto prematuro

Sintomas da gravidez ectópica

Os sintomas da gestação fora do útero são bastante semelhantes ao de uma gravidez normal. No entanto, conforme progride, pode apresentar sinais como sangramento vaginal e dor abdominal.

Quando a gravidez avança, a gestante também sente tonturas e vertigens que podem ocasionar em desmaios. Durante a relação sexual ou durante o exame ginecológico também pode apresentar dores muito fortes.

Diantes desses sinais, com tontura forte e sangramento durante a gestação, é preciso buscar ajuda médica. Somente um médico ginecologista ou obstetra pode diagnosticar a gravidez ectópica.

O profissional pode solicitar exames de sangue para medir os hormônios e também uma ultrassonografia. O tratamento para a gravidez ectópica varia conforme o estágio de andamento se encontra. Pode ser tratada com uso de remédios ou procedimento cirúrgico.

Agora que você sabe o que é gravidez ectópica, fique atenta a esses sinais. Também vale controlar os fatores de risco que são possíveis, como não fumar e não ter muitos parceiros sexuais, a fim de diminuir a chance de contrair uma doença pélvica.

Para receber mais conteúdos como este, continue acompanhando meu blog. Convido também a se inscrever em meu canal do YouTube e seguir meu perfil no Instagram.

Até a próxima!

Dr. Domingos Mantelli

Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro (UNISA) no ano de 2002. Possui Especialização / Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro (UNISA), concluída em 2004
Fechar Menu